Últimas Notícias
Home » Educação » Comitê pela revogação do Novo Ensino Médio promove debate na UFPR

Comitê pela revogação do Novo Ensino Médio promove debate na UFPR

Nesta quinta-feira (04), professores, representações estudantis, populares, sindicais e lideranças políticas se reúnem na Universidade Federal do Paraná (UFPR) para debater e fortalecer o movimento pela revogação do Novo Ensino Médio. O evento é promovido pelo Comitê Paranaense pela Revogação do Novo Ensino Médio e acontece a partir das 19h no Anfiteatro da Reitoria.

Participam do evento o deputado federal pelo PSOL e proponente do abaixo assinado pela revogação, Glauber Braga, o vereador pelo PT e relator do Plano Nacional de Educação, Angelo Vanhoni, a Doutora em Educação e coordenadora do Observatório do Ensino Médio, professora Monica Ribeiro, lideranças da União Paranaense dos Estudantes Secundaristas (UPES), da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES), entre outros.

O Novo Ensino Médio

O Novo Ensino Médio começou a ser implantando em 2022 aqui no Paraná, trazendo um cenário de esvaziamento científico sob o pretexto de inovar. Isso acarretou expansão da matriz curricular, de maneira a se expandir de forma pulverizada em diversos componentes sem a especialização que a reforma pretendia.

A forma tradicional de educar continuou, apenas com aportes tecnológicos, mas sem qualquer inovação real. Desconsiderou-se a formação crítica e reflexiva do estudante para a cidadania.

Além disso, a ampliação da carga horária para o total de 3.000 horas tornou-se um fardo exaustivo para os estudantes, pois o maior tempo na escola não foi acompanhado de melhoria de aprendizado e de ambientes diferenciados, considerando o caráter das disciplinas ofertadas.

O “Novo Ensino Médio” não possui amplitude sequer para formar o adolescente para o mercado de trabalho, pois não possui consistência suficiente a ponto de amadurecer uma visão de mundo que o incentive a decidir sua profissão.

Ao permitir que cada Estado elabore seu currículo, não é capaz de oferecer uma formação sólida, pautada na visão científica e crítica.

Como se não bastasse a Lei 13.215 acabou com a jornada especial de todos os professores (inclusive os do Ensino Fundamental e Superior) estabelecida desde 1943 pelo artigo 318 da CLT, de quatro horas aulas consecutivas ou seis intercaladas.

Luta pela Revogação

O Brasil assiste desde março a dezenas de atos pela revogação do Novo Ensino Médio. No dia 15/03/203 aconteceram as manifestações do Dia Nacional de Mobilização pela Revogação do NEM. Elas foram um instrumento de pressão popular contra a reforma que altera bruscamente o currículo do ensino secundário sob o pretexto de dar liberdade de escolha ao aluno na construção de currículo, qualificação profissional e aumento de carga horária.

Há também um abaixo assinado pela revogação do Novo Ensino Médio que já conta com mais de 170 mil assinaturas.

Segue o link do abaixo-assinado pela Revogação do Novo Ensino Médio: https://nossaluta.com.br/

Acompanhe as redes sociais do Comitê PR pela Revogação do Novo Ensino Médio:

https://www.facebook.com/comitePRrevogaNEM

Serviço

Ato e Debate pela Revogação do Novo Ensino Médio

Dia: 04/05/2023, às 19h

Local: Anfiteatro 100, Edifício Dom Pedro I, Rua General Carneiro 460, Centro Curitiba.

About José Pires

É Jornalista e editor do Parágrafo 2. Cobre temas ligados à luta indígena; meio ambiente; luta por moradia; realidade de imigrantes; educação; política e cultura. É assessor de imprensa do Sindicato dos Professores de Ensino Superior de Curitiba e Região Metropolitana - SINPES e como freelancer produz conteúdo para outros veículos de jornalismo independente.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*