Meu bandido favorito

Por Mário Costa Este relato pode ser uma confissão de um crime. O relógio despertou às 06h50 e com as remelas no olho fui dormindo ao banheiro. O bolor nas paredes da sala fazia parte da toalha de banho úmid...

Um eterno sonho de uma noite de verão

Cara eu já fui chuva forte, mas ela era tempestade, e não qualquer tempestade, ela sabia ser tufão nível Catrina em um dia ensolarado. Chamava atenção por onde passava, sabe aquela mulher padrão corpo perfeito ...

“Só você me estendeu a mão”

Cenas da rua  Na esquina da Rua Conselheiro Brotero com a Dr. Veiga Filho, em São Paulo, fica a charmosa Padaria Dona Deôla. A entrada é rodeada de três degraus de mármore preto onde um homem negro estava se...

O penico de Pepe Mujica

Aviso aos navegantes: Esse texto não é sobre esquerda, direita, comunismo e capitalismo. É sobre manter a esperança mesmo quando tudo parece estar perdido. No início dos anos de 1970, Pepe Mujica, com pouco ...