A indiferença usa vermelho

Quando iniciou seu monólogo, Nathaniel encontrava-se em frente a um espelho velho, em um banheiro sujo, pequeno e mal iluminado, às voltas com suas alucinações e seu estado narcótico. Havia passado a mão no esp...

A realidade é um chute no peito

Lá estava eu... com meu superesportivo. Um Mercedes C 300 Cabriolet, daqueles conversíveis brancos com bancos revestidos em couro vermelho escarlate. Coisa linda. Um carro que chama a atenção de todos e que cha...

Ela transformada em flor

E se nem tudo fosse dor, E eu a visse no jardim, Transformada em jasmim Como a mais linda flor? Exalando o perfume do cabelo, Os mais belos seios, Eternizada em pensamentos alheios. Um murmúrio, um...

Allan Poe é um monstro

Naquela época eu tinha oito anos, e particularmente naquele 5 de dezembro eu havia faltado à aula. Em casa, navegava pela internet. Percorria um universo entediante de sites, via coisas pela metade, ouvia músic...

Um time que, literalmente, joga de letra

Escalar o time para as peladas de sábado às vezes é uma tarefa difícil. Hemingway sempre é o primeiro a chegar e, às 8 da manhã, já abre uma gelada. Mal consegue andar em campo e sempre vai pra casa após bater ...