Curitiba recebeu, no último dia 16, um evento de moda conceitual que foi fundamental na valorização de marcas paranaenses e catarinenses, uma iniciativa que aproximou clientes e estilistas. O Curitiba Date Fashion aconteceu no bairro Boa Vista e reuniu centenas de apaixonados por moda, entre consumidores, produtores e blogueiras. Em uma estrutura que contou com stands, bar, decoração e fast foods, muitos curitibanos conheceram marcas novas da cidade, tiveram a oportunidade de notar a produção autoral de moda da capital, além de outras cidades. Tudo ao som de Djs, com apresentações de Hip Hop, confecção de tatuagens, em um ambiente seguro e bem estruturado.

A iniciativa, promovida pelos empresários Kim Ramos da Agência Divulgari Ideias, Priscila Fortunato e Pedro, da Amarillo Ropage, teve como principal objetivo promover marcas autorais, aproximar consumidores de produtores de moda, além de proporcionar networking entre estilistas.

Pela manhã do dia 16 os donos das marcas participantes tiveram a oportunidade de participar de um workshop com Daniela Carmacio. À tarde o evento recebeu centenas de pessoas e à noite uma festa vip, especialmente planejada em uma casa de festas no bairro Batel, fechou o Date Fashion com chave de ouro.

No total 14 marcas participaram do Curitiba Date Fashion. Entre elas ficou a certeza de que o evento é um diferencial na divulgação da moda curitibana. “Criei minha marca na metade de 2016. Tenho uma loja virtual e atendo algumas clientes na casa delas. O que me atraiu no Curitiba Date Fashion foi a valorização que o evento proporcionou às marcas autorais. É diferente de uma feira, onde a competição principal é pelo menores preços, aqui o que vale é a identidade de cada marca”, destacou Liandra, da Fashion Flavour.

Para Marina Pramio, da Bad To The Bone, faltava em Curitiba um evento que desse visibilidade a marcas autorias. “Minha marca existe há um ano e dois meses, não tenho loja física. Pra mim, que produzo 90 % das minhas roupas, faltava um evento como esse para valorizar as marcas daqui, porque o público curitibano é bem exigente”, disse.

Além de marcas curitibanas, o Curitiba Date Fashion reuniu também estilistas catarinenses, como Letícia Michels do Atelier Letícia Michels da cidade de Joinville. “Minha marca existe há um ano, vendemos por e-commerce e lá em Joinville e vendemos também no show room. Viemos pra Curitiba especialmente pra esse evento. O que me atraiu é que o Curitiba Date Fashion é bem focado no mundo da moda, outros eventos que participei tinham também artesanato e outras produtos, o Date Fashion, no entanto, foi bem mais focado”, destacou.

O importância de se valorizar as marcas autorais também foi percebido pelo público presente no Curitiba Date Fashion. “Achei excelente a iniciativa de trazer marcas novas para perto de novos e potenciais clientes. É muito interessante quando as pequenas manufaturas tem vez, com coisas muito boas, muito diversas e que talvez não teriam a oportunidade de mostrar seu trabalho se não fossem eventos como esse. O que me chamou a atenção também foi a estrutura e a organização, houve uma revitalização do espaço que ficou muito lindo”, enfatizou Jaqueline, representante da Ambev.

Divulgação e boa estrutura

Entre os proprietários das marcas que participaram do Curitiba Date Fashion ficou a certeza de que o evento contou com uma ótima estrutura além de uma boa divulgação na mídia e em redes sociais. “O Curitiba Date Fashion foi muito organizado, com uma ótima estrutura e boa divulgação. A organização nos deu muito apoio”, disse Eduardo, proprietário da Kut Cek. Já Isis Castro, da marca Isis Castro, ressaltou que a divulgação e a organização possibilitaram uma proximidade muito importante com o público consumidor. “Faço roupa sob medida e vendo por meio do meu site. Faço encomendas pra festas, como a Tribal Tech, por exemplo. Pra mim as roupas são uma forma de arte, cada pessoa é única e as roupas que elas usam também precisam ser únicas, feitas exclusivamente pra elas e é isso que eu faço. Achei o evento maravilhoso, ele deu destaque pras marcas e nos aproximou do público consumidor”.

O mesmo reconhecimento foi destacado por Mateus Reis e Mayara Pedro, ambos da marca REIS. “A divulgação e o networking foi o que mais nos atraiu no evento, o fator valorização da marca fez muita diferença. Falta valorização das marcas de Curitiba e o Date Fashion nos proporcionou isso”. Sentimento também compartilhado pela proprietária da Aoli Concept. “Eu brinco com os estilos, foco muito no preto e no branco, prego muito na minha marca a valorização de cada pessoa, trabalho muito pra que, além dos meus clientes, todos os envolvidos no processo de produção das minhas roupas sejam valorizados. E a aí veio o Curitiba Date Fashion, com uma ótima iniciativa de valorização das marcas, algo que faz toda a diferença”, ressaltou.

Para os organizadores do evento ficou o sentimento de missão cumprida, de objetivo alcançado. “Tínhamos como principal objetivo valorizar as marcas autorais de Curitiba e também de outras cidades. Trabalhamos muito, investimos em estrutura, em divulgação, tudo para proporcionar às marcas e aos consumidores esse encontro, que foi realizado em uma evento maravilhoso, com um espaço lindo revitalizado por nós. Agora é trabalhar para o Floripa Date Fashion, que vai acontecer em janeiro na capital de Santa Catarina”, destacou Kim Ramos, da Agência Divulgari Ideias e produtor do evento.

 

Comentários

Comentários

About The Author

José Pires

É Jornalista idealizador do Parágrafo 2. Trabalhou como repórter na Região Metropolitana de Curitiba e como Assessor de Imprensa. Dirigiu o documentário Tabaco - As folhas da incerteza. Acredita que o Jornalismo é mais do que a reprodução dos fatos mais relevantes do dia

Related Posts