“Um bando, um trio, uma matilha de cadelas raivosas, ou simplesmente um aglomerado de mulheres musicando o cotidiano das mulheres contemporâneas com uma boa dose de humor, ironia e sarcasmo. Não panfletárias e nem didáticas, se utilizam das artes e da música como uma resposta ao ‘bom mocismo’ e ao machismo; Uma reflexão da ordem estética onde nada é definitivo”. Exatamente assim , Amira Massabki, Jo Mistinguett, e Patricia Cipriano, se definem e se apresentam. Três artistas completas, artistas do teatro e da música curitibana, que a partir de abril de 2016 deram início às suas aventuras musicais. Vocês, amigas e amigos que por ventura estejam lendo esta coluna, que são curiosas ou curiosos, gostam de novidades consistentes ? Pois então quero apresentar as meninas da mais nova safra do underground curitibano, HORROROSAS DESPREZÍVEIS. Por conta da minha profissão, do meu trabalho, da minha missão diária, um dia encontrei no palco do Zé Maria, ( Teatro da Classe ), em Curitiba, a “Selváticas Ações Artísticas”, uma Cia Produtora de artes e do teatro curitibano e Universal, com o espetáculo “Pinheiros e Precipícios’ um espetáculo que por si só já chamou minha atenção, pela abordagem nada convencional da recatada Republica Curitibana.

Ocorre que durante a temporada fui conhecendo melhor aqueles artistas e acabamos em fim construindo uma amizade mágica! Sessão após sessão foi crescendo meu respeito, meu carinho e minha admiração por aqueles seres que diariamente, apesar dos percalços que todos nós enfrentamos nos desafios que a rotina nos impõe, transbordavam energias positivas! Quando da última sessão, montaram um palco improvisado no estacionamento do citado teatro aonde desfilaram inusitadas atrações e uma delas foi a banda HORROROSAS DESPREZÍVEIS, (muito embora elas neguem a definição de banda), estava eu na minha função diária, quando de repente uma produção sonora que vinha da união de uma guitarra, um contrabaixo, voz e uma bateria eletrônica, despertou o interesse dos meus ouvidos. Quando então me propus prestar um pouco mais de atenção, e fui descobrindo a cada acorde, a cada frase musical e a cada texto, uma identificação com meu universo; Sarcasmo, humor, ironia e até um certo lirismo, signos do rock e do punk que povoam a minha mente e minha alma ! Pronto, me identifiquei plenamente e independente de qual seja a definição que elas se dão, eu vejo e ouço algo de novo na produção musical de Curitiba e suas adjacências, aqui não cabe juízo de valor, porque sabemos que Curitiba é mesmo proeminente nas artes em geral, Paulo Leminski, Blindagem, Belarmino e Gabriela, Motorrocker, Helena kolody, Alice Ruiz e Ivo Rodrigues são apenas alguns exemplos de que temos artistas de qualidade nas ruas, praças e vielas da capital de todos os paranaenses, mas estas Horrorosas Desprezíveis, despertaram em mim interesse, admiração e respeito e por isso mesmo eu RECOMENDO!

Guerreiro Rocker e a banda Horrorosas Desprezíveis

Guerreiro Rocker e a banda Horrorosas Desprezíveis

Horrorosas Desprezíveis no FaceBook: https://www.facebook.com/horrorosasdespreziveis/?fref=ts

13936797_1338295266200084_1067229522_n

Caricatura desenhada pela Cartunista Jascopin

Guerreiro Rocker é casado, duas filhas, Iluminador, músico, compositor e vocalista da Banda Rasterriv , mora em Pinhais-PR

contatos: 41-88118927

email: rasterriv@hotmail.com

Comentários

Comentários

About The Author

Guerreiro Rocker

Guerreiro Rocker é casado, duas filhas, Iluminador, músico, compositor e vocalista da Banda Rasterriv , mora em Pinhais-PR https://www.facebook.com/guerreirorocker.guerreiro

Related Posts