O adolescente de 17 anos que confessou ter matado a facadas o haitiano Fetiere Sterlin, de 33, em Navegantes, no Litoral Norte, foi liberado nesta quarta-feira (21/10) por falta de vagas em Centros de Atendimento Socioeducativos Provisórios (Caseps) no estado.

xenofobia

Comentários

Comentários